9 de mar de 2013

Vários culpados


O Palmeiras fez outro jogo no qual, se tivesse atitude de vencedor, teria saído com a vitória. A verdade é que nosso time é fraco; com várias limitações, porém o Tigres consegue ser muito inferior ao atual Palmeiras. Isso eu já sabia antes de ver o jogo. Como que nosso técnico não sabia disso, pois escalou o time pra não perder? 
É notório que o problema do Palmeiras não é o técnico, pois já passaram por aqui Luxemburgo, Felipão, Muricy (esse considero uma enganação), Tite. Esses são considerados por muitos os 4 melhores técnicos do país atualmente, então fica claro que o técnico não é tão culpado assim. Por mais que pareça contraditório, no entanto, o Palmeiras precisa trocar de técnico. Não consigo entender a razão de um jogador que está jogando bem (Patrick Vieira) virar reserva pra uma incógnita (Kleber) ou para um jogador cheio de limitações (Vinicius). Se não bastasse essa atitude, ele pega jogos no campeonato paulista e sempre entra com 4 volantes. Jogar contra os gambás, bambis assim, até posso entender pois hoje temos uma qualidade técnica bem inferior a eles, mas contra os pequenos não tem como aceitar isso. Não acompanho os treinos do time, mas pelo que jogou ano passado, o Roni tem vaga nesse time, mas nunca vai ser titular, pois ele não é volante. E pra piorar tudo, o que me parece é que os jogadores não respeitam o técnico. Analiso isso pelo jeito que o Wesley está jogando e, principalmente, pelo que o Kleber fez. Se o Kleina fosse um técnico com personalidade, que os jogadores respeitassem, o Wesley estaria soltando mais a bola, jogando mais fácil e o Kleber não faria o que fez no lance em que o gol era o mais simples a ser feito e ele quis fazer gracinha. Se o cara está displicente num jogo de Libertadores, que esta 0x0, na Argentina, é porque o técnico não conseguiu passar para o jogador o que vale aquele jogo e/ou o jogador esta nem aí com a camisa que veste.
Se não bastasse todos os problemas que temos com técnico, jogadores, limitação técnica, me vem alguns irresponsáveis da mancha piorar a situação. Lugar de torcida é na arquibancada; vaiar, xingar, pegar no pé, faz o que quiser na arquibancada. Já acho ridículo pegar no pé de quem quer que seja durante o jogo. Se vai ao jogo, que vá pra apoiar o time, a camisa do Palmeiras está em campo e ela merece apoio. Depois do jogo, reclame, xingue, vaia, qualquer coisa, mas tudo sem agressões físicas, afinal nenhum jogador ali é bandido, nenhum jogador por pior ou melhor que seja é o responsável por estar jogando no Palmeiras. Ele está lá porque alguém entrou em contato, ofereceram um salário e assinaram um contrato, então o jogador é o menos culpado de tudo, será que é difícil de alguns torcedores entenderem isso?
Nenhum torcedor é obrigado a ir pro jogo, vai porque quer, vai porque gosta do Palmeiras, porque gosta da sensação de estar no estádi. Pelo menos é isso que eu entendo de torcedor, qualquer coisa diferente disso, o cidadão que vai ao estádio não é torcedor. Eu até entendo as brigas com torcidas rivais (entender não significa concordar, deixando bem claro), mas brigar com jogadores não tem como aceitar. Por mais que o cara seja baladeiro, ruim, drogado, não tem como aceitar as atitudes de agredir jogador, até porque uma agressão a qualquer jogador só dificulta a vinda de bons profissionais pro Palmeiras. 
Passou da hora de serem tomadas atitudes mais sérias. Se o cara é bandido, tem que tratar como bandido. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Agora a mancha nao presta. Todo mundo é bandido.

Anônimo disse...

Amanha vc volta a falar bem da mancha. Seu modinha do caralho.